5 ações para aumentar o bem-estar no trabalho

Ações para aumentar o bem-estar no trabalho

Já parou para pensar o que você pode fazer para aumentar o bem-estar no trabalho? Ou como o bem-estar individual afeta a qualidade do trabalho das equipes?

Perguntas como estas são parte importante do processo de engajamento no trabalho da sua equipe. Afinal, bem-estar é um dos principais pilares quando se trata de engajar pessoas.

Além de melhorar a qualidade do trabalho, níveis altos de bem-estar no trabalho estão diretamente ligados com a redução do absenteísmo e outros indicadores.

Como o bem-estar profissional está ligado a uma série de fatores, tanto físicos quando emocionais e psicológicos, separamos aqui a baixo 5 ações que você pode implementar na sua empresa:

1. Cuidados com a ergonomia dos colaboradores

Em termos gerais, ergonomia é o campo da ciência que estuda as relações entre pessoas e máquinas para garantir a máxima eficiência das ideias e ações.

Em termos práticos, ergonomia nas empresas significa o quanto a estação de trabalho de cada indivíduo está confortável para ele.

A grande maioria das profissões que atuam em escritório passam a maior parte do dia em frente a computadores. Isso significa que se o contribuidor individual estiver em uma posição ruim, ele passará em torno de 6 ou 7 horas por dia em pleno desconforto.

Trabalhar em posições desconfortáveis não gera somente uma queda na produtividade imediata (já que ninguém gosta de trabalhar desconfortavelmente), mas também gera um impacto a longo prazo: não vai demorar muito para o colaborador desenvolver dores na coluna, na cervical ou criar tendinite, por exemplo.

O que fazer para melhorar:

Cuidar da ergonomia pode representar um custo inicial, mas salvará custos com absenteísmo e rotatividade no futuro.

Por isso comece perguntando para os colaboradores se o ambiente de trabalho está ideal para executarem suas ações.

Em seguida pergunte o que melhorar e faça uma lista de investimentos em ergonomia. Essa lista costuma envolver os seguintes pontos:

  • conforto das cadeiras oferecidas;
  • altura da mesa dos colaboradores;
  • posição em que fica o teclado do computador;
  • suportes para a tela do desktop ou do notebook, para que o computador esteja sempre na altura do olhos e evite problemas de postura;
  • apoio para os pés, punhos e outros pontos do corpo, dependendo das atividades desempenhadas.

2. Programas que desenvolvam o bem-estar físico e a saúde

Criar programas que desenvolvem o bem-estar no trabalho vai trazer benefícios em pelo menos 3 aspectos da vida de cada colaborador:

  1. saúde: serão tomadas ações que promovam bons hábitos e diminuam a incidência de doenças;
  2. equilíbrio: a vida profissional e pessoal do colaborador estará em harmonia;
  3. relacionamento: são oportunidades para que os colaboradores se relacionem como comunidade.

Ideias de programas de bem-estar:

Algumas ideias de programas que promovem o bem-estar no trabalho são:

  • oferecer ginástica laboral;
  • programas de conscientização sobre a necessidade de consultar periodicamente o médico;
  • incentivar e promover a realização de atividades físicas;
  • aproveitar as campanhas de Setembro Amarelo (combate ao suicídio), Outubro Rosa (combate ao câncer de mama) e Novembro Azul (combate ao câncer de próstata) para incentivar os cuidados físicos e psicológicos;
  • caso a empresa forneça alimentação, prezar por um cardápio saudável e de qualidade.

Não é fácil tomar todas essas ações ao mesmo tempo. É por isso que recomendamos que implemente uma de cada vez. Comece observando o que é mais necessário e crie uma lista de prioridades. 

Aos poucos você conseguirá desenvolver nos colaboradores hábitos de saúde física e bem-estar no trabalho.

O primeiro passo é dar o incentivo. Depois procure métodos que caibam dentro da realidade da empresa e os ofereça aos colaboradores. Isso vai fazer com que eles valorizem mais o ambiente de trabalho.

3. Combate ao estresse

O estresse está relacionado à estafa, que é a sensação de cansaço extremo, esgotamento e desmotivação ao executar as atividades diárias.

Essa sensação precisa de atenção. Afinal, ela prejudica a sensação de bem-estar no trabalho e, consequentemente, diminui o índice de engajamento do seu pessoal.

No ambiente corporativo, o estresse pode causar sérios problemas para a saúde do colaborador, bem como causar graves erros na realização das tarefas.

Maneiras de reduzir o estresse:

Para combater o estresse a empresa pode tomar ações como:

  • Pesquisas semanais para diagnosticar a causa do estresse;
  • Conversar sobre prevenção de estresse em reuniões 1 a 1;
  • Incentivar a prática de atividades ao ar livre;
  • Criar uma cultura de transparência através de feedbacks

Os feedbacks dados aos colaboradores são aliados importantes um aliado na hora de tomar ações para combater o estresse. Por isso, atente-se aos:

Feedbacks Positivos

Os feedbacks positivos fazem com os seus colaboradores se sintam reconhecidos e incentivados a repetirem as atitudes que dão certo no dia a dia.

Isso aumenta a sensação de bem-estar no trabalho. Desse modo, o colaborador se sente motivado a manter o nível de trabalho por saber que está indo na direção certa.

O gestor deve focar em feedbacks positivos principalmente diante de situações desafiadoras. Por isso, faça elogios sinceros pelos acertos do colaborador, e aproveite para dar sugestões de melhoria também.

Feedbacks Construtivos

Os feedbacks construtivos são aqueles que tem como foco em apontar os aspectos que precisam de melhorias, corrigir erros e resolver os problemas internos.

Essa compreensão vai ajudar o colaborador no próprio desenvolvimento profissional e pessoal.

Feedbacks são úteis para mudar comportamentos, não características do indivíduo. E isso precisa estar claro quando o feedback for dado. Então, escolha bem as palavras e frise que o colaborador é importante para a empresa. Assim ele se sentirá motivado a se adequar ao que foi sugerido.

Vale a pena abrir espaço para que o colaborador consiga encontrar a raiz do problema e monte um plano de ação para melhorar. O líder deve ajudá-lo nesse processo.

Atitudes como essa ajudam o colaborador a reduzir a sua carga de estresse e a se sentir apreciado pela empresa.

4. Atenção ao barulho do ambiente

O barulho é um fator constante, independente de uma pessoa estar acostumada a ele ou não. Isso afeta muito a sensação de bem-estar no trabalho dos seus colaboradores.

Depois de algum tempo em um ambiente profissional barulhento, o funcionário começa a ficar cansado, desconcentrado e improdutivo.

Como controlar o barulho excessivo:

Encontre os focos de barulho que podem gerar desconforto e procure estratégias ou isolar esses focos ou reduzir o barulho gerado.

Algumas medidas práticas são:

  • fazer o isolamento acústico em uma sala;
  • montar áreas separadas para setores que precisam se comunicar constantemente (vendas, suporte, cs…);
  • Crie uma sala do silêncio para quem precisa se concentrar. 

5. Verifique a qualidade do ar

Trabalhar no frio, no calor ou em um ambiente com a umidade inadequada é ruim para todo mundo. Manter a temperatura agradável e a qualidade do ar é importantíssimo para manter o bem-estar no trabalho.

Caso as pessoas sintam desconforto, como olhos secos, garganta arranhando, nariz com coriza, calor ou frio excessivos você tem em mãos um problema para resolver.

Como manter o ar agradável:

Para resolver essas questões é preciso:

  • instalar equipamentos adequados para controlar a temperatura do ambiente;
  • fazer manutenção constante nos reguladores de temperatura;
  • colocar umidificadores de ar ou outros equipamentos que deixem a umidade do ambiente adequada.

Conclusão

O bem-estar no trabalho é muito importante, pois está diretamente ligado às condições ideais para se trabalhar. O que significa que mesmo pessoas engajadas podem se desengajar se não estiverem confortáveis.

Tomar ações contínuas, como as que mostramos vai ajudar você a cuidar do bem-estar físico, emocional e psicológico dos colaboradores. Uma empresa que cuida dos seus colaboradores está investindo no próprio sucesso.

Mais Lidos

O que é turnover e por que ele acontece?

Chega dia 1º, o mês começa a todo vapor. Você, gestor, conhece bem suas metas e sabe que não será fácil atingi-las; precisará que sua equipe dê o seu melhor para chegar ao final do mês com uma vitória para comemorar. Você analisa os...

Continue lendo

Liderança Adaptativa: você está preparado para ela?

Liderança é um tema muito estudado por teóricos organizacionais e da administração. Um bom exemplo é o livro “O poder da inteligência emocional” que aborda 6 estilos diferentes de liderança. No entanto, há um estilo muito importante que todo líder precisa conhecer: a liderança adaptativa....

Continue lendo

RH Ágil: Metodologia Ágil para RH

Neste post você verá:De onde vem o RH ÁgilO Manifesto Ágil do RHO Manifesto Ágil do RH valoriza MAISO Manifesto Ágil do RH valoriza MENOSOs princípios de um RH ÁgilHumanos não são recursos De onde vem o RH Ágil O conceito ágil surgiu no...

Continue lendo