Qual a importância da cultura organizacional?

importancia-da-cultura-organizacional

Já se perguntou qual é a importância da cultura organizacional para os resultados de uma empresa? Essa é uma das principais discussões dos gestores que eu conheço.

Essa pode parecer uma pergunta irrelevante de se fazer. Até você perceber a diferença que uma cultura bem desenvolvida pode gerar.

Imagine-se na seguinte situação:

Pense em uma empresa (de pequeno, médio ou grande porte), em que as pessoas tenham objetivos individuais alinhados com objetivos da organização. Uma empresa em que fundadores e colaboradores têm valores similares, ou compartilham o mesmo propósito: Isso é cultura organizacional!

Inegavelmente, cada ambiente laboral tem sua cultura, que de certa forma influencia o clima organizacional. Por outro lado, os aspectos que formam a cultura organizacional – crenças, princípios e valores – podem alterar o clima de uma empresa.

E é nesse ponto que a cultura vigente em uma empresa começa a se mostrar fundamental. Vamos entender um pouco melhor sobre a importância da cultura organizacional no tópico abaixo!

Nutrir a cultura organizacional em sua empresa é fundamental!

De alguns anos para cá, houve uma boa evolução por parte das companhias em tentar estabelecer e fortalecer sua cultura. Tanto que, atualmente, são poucas as empresas que não reconhecem a importância disso para os negócios.

Aliás, a cultura é mais do que essencial, ela é parte fundamental do “corpo” de uma companhia. Sem uma cultura estruturada não é possível atrair e reter talentos. Tampouco é provável executar um plano de negócios que leve a empresa ao sucesso.

Outras razões mostram o porquê líderes e gestores devem trabalhar com afinco para estabelecer uma cultura homogênea:

  • A cultura organizacional pode fomentar um relacionamento saudável entre os funcionários, gerando melhorias no clima organizacional;
  • A cultura interfere na maneira como os funcionários interagem no local de trabalho;
  • Uma cultura onde todos se sintam pertencentes à empresa incentiva os funcionários a permanecerem motivados e engajados por um longo período;
  • Uma forte cultura organizacional tem o poder de transformar funcionários em defensores. Quando os indivíduos se sentem parte da organização, eles são mais propensos a se tornarem defensores da cultura;
  • Uma cultura organizacional ágil é capaz de fazer com que as empresas evoluam e se adaptem ao mercado rapidamente;
  • A cultura transforma sua empresa em uma equipe integrada. Vale lembrar que, quando a cultura organizacional é bem sucedida, ela mantém empresa e equipes alinhadas.

Conforme já dizia Peter Drucker – pai da administração moderna – “a cultura come a estratégia no café da manhã”.

Em suma, a famosa frase do autor de obras como “Desafios Gerenciais para o Século XXI (1999)” avoluma a importância da cultura organizacional dada pelas empresas atualmente.

Drucker, inclusive, salienta em uma de suas obras que a missão é um dos principais elementos da cultura de uma companhia. A missão é a “razão de existir da empresa, o seu propósito.”

Além disso, a cultura e o estilo de liderança podem, juntos, extrair o melhor de cada membro da equipe. Sendo assim, estruturar e gerir a cultura organizacional são passos fundamentais para engajar pessoas e superar grandes desafios!

Gestão da cultura organizacional: evolução e superação de desafios

Uma cultura organizacional positiva é aquela que não apenas eleva líderes e gestores de alto escalão, mas que envolve todos os integrantes da empresa. No entanto, líderes e gestores têm um forte papel na gestão da cultura, desenvolvendo potenciais para gerar resultados.

Em resumo, isso só tende a trazer inúmeros benefícios para a organização. Além de se perpetuar no segmento e manter-se ativa e atualizada, as empresas obtêm recursos para se destacarem entre seus concorrentes.

Ao longo dos anos, a gestão moderna da cultura organizacional possibilitou mudanças. A cultura deixou de ser alicerçada na hierarquia e no poder de decisão centralizado. Conforme a cultura evoluiu ao longo dos anos, as equipes passaram a ser realmente parte essencial na tomada de decisão.

Isso é visto em companhias mundiais como o Spotify. Lá, os profissionais contribuem com seu conhecimento e criatividade para adaptar a empresa de acordo com as mudanças de mercado.

De tal modo, esse tipo de cultura destaca a capacidade de inovar e se moldar a novos cenários. Uma empresa que estimula seus colaboradores a desenvolverem e aplicarem suas ideias está, aos poucos, contribuindo com seu próprio crescimento.

Em culturas ágeis como no modelo de cultura adotado pelo Spotify, o time é responsável pelas entregas, do começo ao fim de um projeto. Todos trabalham juntos e fortalecem sua performance, elevando também a sensação de pertencimento e de engajamento.

Cultura organizacional engajadora: como chegar lá?

Não existe uma receita infalível para tornar pessoas mais motivadas. Contudo, para quem realmente quer mudar o cenário cultural e o clima dentro das empresas, não faltam recursos e ferramentas.

Além de manter objetivos claros e tangíveis para as equipes, as empresas podem compartilhar responsabilidades entre seus membros, dando-lhes mais autonomia.

Elas também podem abrir canais internos de comunicação. Elas têm como opção, inclusive, aplicar pesquisas de engajamento e de clima organizacional.

De fato, a pesquisa é um instrumento válido na gestão de pessoas. Com ela, pode-se descobrir o grau de satisfação dos colaboradores em relação ao ambiente e aos colegas.

Ao mesmo tempo, a pesquisa aplicada do modo e no tempo certo permitem antecipar cenários de crise. Rapidamente os gestores conseguem mitigar problemas e dar feedbacks construtivos constantes às equipes.

Mais Lidos

O que é turnover e por que ele acontece?

Chega dia 1º, o mês começa a todo vapor. Você, gestor, conhece bem suas metas e sabe que não será fácil atingi-las; precisará que sua equipe dê o seu melhor para chegar ao final do mês com uma vitória para comemorar. Você analisa os...

Continue lendo

Liderança Adaptativa: você está preparado para ela?

Liderança é um tema muito estudado por teóricos organizacionais e da administração. Um bom exemplo é o livro “O poder da inteligência emocional” que aborda 6 estilos diferentes de liderança. No entanto, há um estilo muito importante que todo líder precisa conhecer: a liderança adaptativa....

Continue lendo

RH Ágil: Metodologia Ágil para RH

Neste post você verá:De onde vem o RH ÁgilO Manifesto Ágil do RHO Manifesto Ágil do RH valoriza MAISO Manifesto Ágil do RH valoriza MENOSOs princípios de um RH ÁgilHumanos não são recursos De onde vem o RH Ágil O conceito ágil surgiu no...

Continue lendo