Pesquisa de engajamento: uma ferramenta de melhoria contínua

pesquisa-continua-de-engajamento

Você já ouviu falar de pesquisa de engajamento? Não estamos falando de pesquisa de clima ou pesquisa organizacional. Estamos falando de pesquisas contínuas de engajamento!

Essas pesquisas, ou pulse survey, estão se popularizando nas empresas justamente por causa da sua eficiência e rapidez de implementação.

Diferentemente das pesquisas anuais de clima organizacional, as pesquisas de engajamento ocorrem em intervalos menores. Preferencialmente toda semana.

Para entender um pouco melhor como essa ferramenta pode transformar sua organização, ao ponto de alavancar seus resultados, vamos entender um pouco melhor o que são e como funcionam as pesquisas.

O que é pesquisa de engajamento

A velocidade com a qual novas tecnologias e inovações surgem produz tanto fatores favoráveis como desfavoráveis para empresas. Se por um lado a produtividade da sua equipe tende a aumentar, por outro o turnover também.

Por esse e outros motivos, o engajamento de funcionários tem se tornado cada vez mais discutido mundo a fora. Ter uma equipe que veste a camisa e trabalha como se fossem sócios da empresa é o grande diferencial nessa era digital.

Mas é aqui que entra a parte delicada: engajamento profissional não é algo simples. Pelo contrário, é algo volátil e subjetivo. O que engaja um colaborador não engaja outro e assim por diante.

É então que surgem as Pesquisas Engajamento Semanais. Tratam-se de pesquisas menores, rápidas com o objetivo de acompanhar o nível de engajamento da sua equipe em tempo real.

Pelo fato de ser menor (em torno de 5 a 10 perguntas), ela pode ser aplicada com uma frequência maior. Não é penoso para o colaborador responder. E ainda por cima, as respostas refletem muito mais o presente da empresa.

Diferentemente das pesquisas anuais, as pesquisas de engajamento semanais permitem que você tome ações imediatamente para aprimorar o ambiente de trabalho.

Com essa ferramenta você pode literalmente saber o que cada um dos seus liderados precisa para se engajar no trabalho. Você cria uma comunicação clara e transparente com a sua equipe.

Diferença entre pesquisa de clima e engajamento 

Para que seja aplicada de forma eficiente precisa garantir que as informações coletadas sejam relevantes e que a taxa de participação seja alta, ou seja: deve ser aplicada diferentemente de como se aplica a pesquisa anual de clima.

E para que isso aconteça, é interessante observarmos algumas das boas práticas dessa ferramenta:

  • O intervalo de tempo entre as pesquisas deve ser sempre igual (é preciso criar o hábito de resposta nos colaboradores);
  • A ferramenta precisa ser digital, user frendly e prática de usar. Se uma interface agradável, a taxa de evasão será alta;
  • Precisa ser composta de 5 a 10 perguntas. Nem mais, nem menos;
  • Seus dados devem ser processados automaticamente e os resultados apresentados em dashboard (para facilitar a tomada de decisão);

Engajamento profissional como benefício da pesquisa

Uma pesquisa contínua de engajamento pode apresentar inúmeros benefícios. Se sua empresa já adota uma liderança adaptativa e um diálogo construtivo, a pesquisa só vai agregar na formação de líderes mais auto-suficientes e colaboradores mais engajados.

Vejamos um pouco melhor os benefícios dessa pesquisa:

1. Poder medir o engajamento da equipe

Quem disse que engajamento não pode ser colocados em números?

A verdade é que se você não consegue medir, não consegue agir. Por isso, o principal benefício dessa pesquisa é ter os números referentes a engajamento profissional dispostos na sua frente em tempo real.

A pesquisa também permite avaliar o engajamento com as metas, funções e com a rotina. É possível prever profissionais desengajados, atuar sobre a causa do desengajamento e evitar turnover.

Além, é claro, de poder trabalhar sobre os mais engajados e turbinar ainda mais seus resultados.

2. Elevar a autoestima dos colaboradores 

Como benefícios indiretos da pesquisa semanal, os colaboradores sentem:

  • Mais participativos da empresa;
  • Que suas opiniões são importantes e levadas em conta;
  • E que estão contribuindo para o sucesso da organização como um todo.

Esses três pontos já são engajadores por si só. Um colaborador que sente-se valorizado e ouvido também valoriza seus líderes e gestores. Você melhora a relação com seus liderados e a relação deles com o próprio trabalho.

3. Gerar uma cultura ágil direcionada a soluções

Imagine poder implementar melhorias todas as semanas! É exatamente o que acontece com essas pesquisas de engajamento.

As respostas em si não são tão importante quanto o que se faz a partir delas. O que significa que você, enquanto líder, terá em mãos uma ferramenta de aprimoramento contínuo.

Outro ponto é que, por ser uma pesquisa automatizada, tanto para coleta de dados quanto para apuração dos resultados, seu único esforço será montar planos de ação e responder aos feedbacks dos seus colaboradores. 

4. Colaboradores mais ativos e participativos

Pelo simples fato da pesquisa ser rápida e simples de ser respondida, ela se torna mais atraente para os respondentes. Em outras palavras, a taxa de abandono da pesquisa é menor.

Mais pessoas respondendo pesquisas toda semana significa mais pessoas pensando sobre a empresa frequentemente. Problemas que às vezes só apareceriam depois de uma auditoria começam a ser revelados mais frequentemente.

Seus colaboradores se tornam ativos na identificação de gaps e resolução de problemas pelo simples fato de exercitarem a reflexão através das questões da pesquisa.

Produzindo uma pesquisa eficiente

Não é porque a pesquisa é menor e mais rápida que é simples de ser feita. Para que tenha o nível de excelência que queremos, a pesquisa precisa apresentar perguntas sólidas e com respostas relevantes. É preciso mais do que somente criar algumas perguntas e enviar para seus times.

Ok, e como fazer isso? Comecemos por aqui:

Anonimato

Um receio grande que existe na hora de responder uma pesquisa dessas é o de ser perseguido pelo chefe caso o feedback não seja positivo. Pessoas se sentem mais à vontade para dizer o que pensam quando estão seguras. E não há segurança psicológica maior que o anonimato. Portanto, preze pela privacidade das pessoas e terá respostas honestas.

Orientação

Quantas vezes você, líder, respondeu uma pesquisa dessas? Se já respondeu, você é parte de uma minoria. Porque a maioria dos profissionais nunca responder a uma pesquisa dessas. O que significa que as pessoas não sabem como dar feedbacks. Orientá-las sobre como dar um feedback anônimo é um excelente passo para ter respostas precisas e úteis.

Utilidade

Esse terceiro ponto é crucial. Ter clareza de para que servirá a pesquisa ajuda tanto na hora de montar as perguntas quanto para montar os planos de ação com base nos resultados.

Transparência

Divulgue os resultados. Se quer uma equipe engajada, ela deve ter clareza sobre seu próprio nível de engajamento. Muitas vezes nem os próprios funcionários sabem que estão desengajados até responderem a essa pesquisa. Portanto apresente os números, o plano de ação e os prazos para resolução daqueles problemas.

Entendemos o que é pesquisa de engajamento, e agora?

Agora que você conhece essa ferramenta e sabe do seu potencial, o que fará?

Se nos permitir a sugestão: coloque em prática imediatamente. Você pode começar esse trabalho com a versão gratuita da nossa ferramenta de engajamento.

Com ela é possível levantar questionamentos, obter percepções, descobrir problemas, testar resultados e manter seus colaboradores engajados. Afinal, tudo isso é possível no momento em que o líder busca por melhorias contínuas.

Uma gestão eficiente é aquela que percebe a alta velocidade das mudanças do mercado e se posiciona sobre elas. Por isso, é essencial ser capaz de ações rápidas e alinhadas ao comportamento do mercado.

Usar a pesquisa contínua de engajamento vai auxiliar sua empresa a se manter atenta a todas essas mudanças.

Mais Lidos

O que é turnover e por que ele acontece?

Chega dia 1º, o mês começa a todo vapor. Você, gestor, conhece bem suas metas e sabe que não será fácil atingi-las; precisará que sua equipe dê o seu melhor para chegar ao final do mês com uma vitória para comemorar. Você analisa os...

Continue lendo

Liderança Adaptativa: você está preparado para ela?

Liderança é um tema muito estudado por teóricos organizacionais e da administração. Um bom exemplo é o livro “O poder da inteligência emocional” que aborda 6 estilos diferentes de liderança. No entanto, há um estilo muito importante que todo líder precisa conhecer: a liderança adaptativa....

Continue lendo

RH Ágil: Metodologia Ágil para RH

Neste post você verá:De onde vem o RH ÁgilO Manifesto Ágil do RHO Manifesto Ágil do RH valoriza MAISO Manifesto Ágil do RH valoriza MENOSOs princípios de um RH ÁgilHumanos não são recursos De onde vem o RH Ágil O conceito ágil surgiu no...

Continue lendo